Máscara de proteção individual EPI - Devemos Usar?

covid-19, máscara proteção individual -

Máscara de proteção individual EPI - Devemos Usar?

Máscara de proteção individual EPI - Devemos usar?

As máscaras EPI (Equipamentos de Proteção Individual)EPC (Equipamentos de Proteção Coletiva) devem ser usadas convenientemente, para a sua proteção e a dos outros.

Este vídeo permite a visualização de um espirro filmado a 2000 frames por segundo (duração 0,25 s) e mostra que o espirro é uma nuvem de gás quente, húmida e turbulenta, contendo gotículas de ar e mucosalivares que viajam até 7-8 metros. As recomendações atuais de distanciamento social para a pandemia do COVID19 especificam 6 pés de separação. A física dos espirros e tosses tem implicações na transmissão do patógeno respiratório. Enquanto as partículas maiores e mais pesadas caem no chão, existem as partículas mais pequenas que ficam a pairar no ar, durante algum tempo. Daí o uso da máscara ajudar na proteção individual e também na proteção dos outros.

Vídeo com de cortesia de Lydia Bourouiba. Através do canal Jama Network. Usado com permissão.

O uso da máscara cirúrgica reduz a propagação de doenças? Às vezes. "Vários estudos mostraram que as máscaras podem reduzir a quantidade de partículas infeciosas emitidas no ar, enquanto tossimos, falamos e respiramos, quando se tem uma infeção respiratória", disse David P. Calfee, epidemiologista chefe do Hospital NewYork-Presbyterian/Weill Cornell Medical Center. Todavia, o uso de máscaras cirúrgicas é apenas um dos elementos da higiene respiratória. Para a complementar devemos:

  • Cobrir a boca e o nariz ao tossir e espirrar.
  • Higienizar as mãos com frequência e sempre após tossir ou espirrar.
  • Manter a distância de segurança exigida por cada patologia.

Embora as evidências sugiram que a máscara possa proteger os outros daqueles que a usam, a máscara pode, inversamente, proteger quem a usa? (Calfee) diz que depende daquilo que nos queremos proteger. As máscaras impedem que gotículas respiratórias grandes atinjam as mucosas e, por isso, podem ser usadas por profissionais de saúde, ou outros, que tratam pacientes com doenças infeciosas transmitidas por tais gotículas, como a gripe e a tosse convulsa. Mas partículas aéreas de menores dimensões, transportadas pelo ar e associadas a doenças como tuberculose e sarampo podem atravessar ou circundar as máscaras. Alguns estudos reportam que pessoas que coabitam a casa com pessoas com infeções virais respiratórias, apresentam taxas de infeção menores quando usam máscaras.

Máscara de proteção Indicidual Covid-19 Epi www.trendout.pt

Máscara de proteção individual fabricada em Portugal. Composição: Três camadas de tecido 100% Algodão, costuradas à mão, sendo reversível. Duas camadas 100% algodão, camada intermédia em pasta de poliéster. Dois elásticos de fixação de 2mm. 

Além desta não ser a nossa área de desenvolvimento, juntámos os nossos meios de produção para fabricar este tipo de produto, com a qualidade que nos caracteriza.

Estas máscaras são feitas pelas nossas costureiras para darmos resposta à falta deste tipo de equipamento em Portugal, é o nosso contributo para a sociedade de adaptação a esta fase e uma forma de tentarmos conseguir manter os nossos colaboradores. Se quiseres mais quantidades contacta pelo nosso e-mail.

Também desenvolvemos máscaras de proteção reutilizáveis em tecido em grandes quantidades: Clica em Fábrica EPI

Material:

2 camadas 100% algodão 

1 camada intermédia Spunbond non woven

Lavável e reutilizável

Dimensão:  10x18cm Dimensão aplicada: 

14x18cm


Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos

Etiquetas